domingo, 8 de abril de 2018

Esclarecimentos

Diariamente o telefone do consultório toca e perguntam sobrem os seguintes temas. Abaixo explicarei o porquê de eu não utilizá-los.

Modulação hormonal
Não trabalho com modulação hormonal . 
É proibida pelo CFM baseado no parecer nº29/2012. O documento que proíbe pode ser acessado em http://www.portalmedico.org.br/pareceres/CFM/2012/29_2012.pdf  O CFM deixa explícito no seu site que os médicos brasileiros que prescreveram terapias com o objetivo específico de conter o envelhecimento, práticas conhecidas como anti-aging ou modulação hormonal, estarão sujeitos às penalidades previstas em processos ético-profissionais. No caso de condenação, após denúncia formal, eles poderão receber de uma advertência até a cassação do registro que lhes a autoriza o exercício da Medicina. 

Segundo o parecer faltam evidências científicas que justifiquem a prática da medicina antienvelhecimento e modulação hormonal. Tal conclusão surgiu após uma extensa (mais de 5 mil artigos)  revisão de estudos científicos sobre o assunto, realizada pelo CFM em pareceria com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia ( http://www.endocrino.org.br/cfm-proibe-terapias-antienvelhecimento/ ), Sociedade Brasileira de Geriatria ( http://www.sbppc.org.br/site/index.php?option=com_content&task=view&id=2016&Itemid=26 ). 

A modulação hormonal virou moda no Brasil graças à divulgação de algumas celebridades e alguns médicos em redes sociais. 

Segundo a SBEM a prescrição de hormônios deve ser feita por endocrinologistas titulados e deve seguir  alguns critérios:  
1) ter comprovação laboratorial da deficiência do hormônio (exame mostrando baixa quantidade do hormônio); 
2) o paciente apresentar sintomas de deficiência do hormônio.  

Portanto NÃO trabalho com modulação hormonal e não concordo com tal prática. Pacientes que desejam hipertrofia (ganho de massa magra) encaminho todos para um grande amigo, Dr. Pedro Paulo Prudente (médico, especialista em Medicina do Esporte). 

Dieta hCG
Não trabalho com a Dieta hCG. Tal dieta consiste em utilizar o hormônio que a grávida produz  em grande quantidade na gestação, aplicar intramuscular tal hormônio diariamente e submeter-se a uma dieta de 500kcal durante 40 dias.  Essa dieta tem parecer contrário das maiores sociedades médicas do mundo. No Brasil a Associação brasileira para estudos de obesidade (ABESO) assim como da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e metabologia, já se posicionaram contra e deixaram claro os riscos inerentes a tal terapia. O documento com tal posicionamento pode ser acessado no link a seguir: http://www.abeso.org.br/uploads/downloads/81/555380d3325ce.pdf
Portanto não prescrevo tal dieta, não concordo. O tratamento para emagrecimento que prescrevo não utiliza hormônios, somente vitaminas, minerais, ácidos graxos (ômega 3), dieta que visa controlar o apetite, fitoterápicos (plantas).  Em alguns casos utilizo medicações alopáticas.

Hidrocolonterapia
Não trabalho com hidrocolonterapia. Discordo do método, acha muito agressivo e perigoso, pois remove as bactérias boas do intestino e há riscos de infecção intestinal.

Ozonioterapia
Não trabalho com ozonioterapia já que é uma prática que tem um parecer contrário do Conselho Federal de Medicina. Apesar de achar a ozonioterapia uma terapia altamente promissora, barata e estar incluída nas praticas integrativas complementares do SUS, ela ainda é sem respaldo do CFM. Portanto não a utilizo no meu arsenal terapêutico. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget