quinta-feira, 30 de julho de 2015

O que é que a castanha do Pará tem?


Quem não conhece a castanha do pará? Também conhecida como castanha do Brasil. Seu principal atributo está na presença de selênio, que atua no combate os radicais livres. Embora esse nutriente tenha sua principal função ligada à atividade antioxidante, ele também atua no metabolismo da tireoide, uma vez que ele é essencial à atividade da deiodinase tipo II, que transforma os hormônios T4 em T3 (mais ativo).

Além do selênio, a castanha do Para possui uma série de nutrientes como as vitaminas do complexo B e E, fósforo, fibras e gorduras boas. Entre os benefícios, estão o antienvelhecimento precoce (ajuda no controle do tamanho dos telômeros), a melhora do sistema imunológico como um todo e a capacidade de evitar o surgimento de doenças como o Alzheimer.

Mas atenção! Ela não pode ser consumida em excesso devido aos possíveis efeitos adversos, o selênio é tóxico em doses elevadas, acima de 400µg ao dia. Isso pode ocorrer porque em cada castanha do para encontramos de 50 a 118µg. A toxicidade do selênio está associada a fragilidade, perda de cabelo e unha, irritabilidade, fadiga, aborto e infertilidade.

A recomendação de consumo de castanha do para é de 2 a 3 castanhas ao dia. Mas essa recomendação deve ser individualizada. Por isso, converse sempre com seu nutricionista para que ele possa recomendar o específico para você, ok?

Autora: Dra. Rita de Cassia Castro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget